sábado, 21 de fevereiro de 2009

Sobre aquele - que não merece meu corpo...

Até onde é verdade o que foi dito? E por que foi dito??
Qual intenção se esconde por trás daquilo?
Ferir? Enciumar? Afastar? Aproximar? Chantagear ???
Sobre muros de interrogações se escondem suas intenções.
E tais agora pouco me importam. E não mais terão meu apoio. Chega!
Precisei me avisar isso. E ciente de muita coisa, te quero perto, mas cada vez mais longe. Cada vez mais distante do meu corpo, da minha boca, dos meus desejos, dos meus arrepios que insistem em “gritar em forma de ola” quando você chega perto...
Te ouvir dizer: “- Te amo!”, é cada vez mais significativo, porque não é esse “Te amo!” trazendo desejos carnais.Sei que não.Presumo aliás.
E o que me importa de verdade, é a amizade.
Esse elo é o que eu quero que nos una.
E te digo sussurrando: “- Somente ela me basta.”
Somente ela me faz bem.

Somente.

2 comentários:

Descendentes da minha loucura disse...

Nessa oportunidade única, confesso que também quero esse elo, só de amor e de amizade.

Paty ! disse...
Este comentário foi removido pelo autor.